× Modal
< Voltar


Coronavírus

Correntistas do BB que integram o CadÚnico já receberam Auxílio Emergencial

BB já pagou benefício para mais de 400 mil clientes incluídos no Cadastro Único


Em 13.04.2020 às 18:29 Compartilhe:

O primeiro lote de pagamento do Auxílio Emergencial já foi creditado pelo Banco do Brasil. Segundo o BB, 436 mil clientes que já integram o Cadastro Único (CadÚnico) e mantêm conta corrente ou conta de poupança na instituição começaram a receber o benefício na última quinta-feira (9/4).

Para evitar deslocamentos desnecessários e aglomerações no comércio ou nas agências bancárias, o BB recomenda que os clientes façam pesquisa sobre a disponibilidade dos recursos no site www.bb.com.br/auxilio. A página permite a pesquisa por CPF, para verificar se o benefício já foi creditado na conta do BB e oferece também diversas informações sobre procedimentos para recebimentos dos recursos.

Os clientes contemplados com o crédito nesta fase dos pagamentos receberam avisos do Banco do Brasil por SMS e mensagens em extratos.

DEPÓSITOS

Os depósitos já efetuados foram realizados nas contas já existentes na instituição, mas com variação exclusiva, criada especialmente para o recebimento desse benefício.   As novas contas de poupança com variação 73 foram criadas pelo Banco do Brasil, sem a necessidade de apresentação de documentos, e são isentas de cobrança de tarifas. Essas contas podem ser movimentadas com os cartões de débitos já em posse dos clientes.

A retirada do benefício pode ser realizada nos terminais de autoatendimento do BB, do Banco 24Horas ou em correspondentes bancários.    

Veja o especial preparado pela ANABB sobre o auxílio emergencial. 

HOTSITE CORONAVÍRUS 

A ANABB preparou o hotsite Juntos contra o coronavírus, com diversas informações sobre a pandemia do novo coronavírus. Acompanhe as dicas para o período de quarentena, informações sobre o auxílio emergencial e sobre as principais medidas tomadas pelo governo, além da atuação do Banco do Brasil e das entidades ligadas ao BB. 

Fonte: Agência ANABB, com informações do Banco do Brasil