× Modal
< Voltar


Banco do Brasil

Bancário morre com suspeita de coronavírus

ANABB lamenta profundamente a morte de colega do BB e reforça recomendações de isolamento


Em 30.03.2020 às 18:08 Compartilhe:

A ANABB vem reforçando a importância das medidas de prevenção contra o coronavírus, porque quer evitar divulgar notícias tristes como essa. Porém, infelizmente, neste domingo (29/3), foi registrado o falecimento de um bancário do Rio de Janeiro com suspeita da doença. O funcionário do Banco do Brasil, Edgard dos Santos Pereira, tinha 66 anos e trabalhava na agência do Catete. Aos familiares e amigos do colega Edgar, nossos sinceros sentimentos de condolência. 

A ANABB tem atuado com firmeza para que os dirigentes do Banco do Brasil, em especial o presidente Rubem Novaes, assumam a responsabilidade com a proteção de seus funcionários e clientes. No entanto, o que se vê são declarações lamentáveis que, em vez de passar tranquilidade para o quadro de pessoal do BB, gera ansiedade e insegurança, além de ir na contramão das orientações das autoridades sanitárias e especialistas no assunto.  

No manifesto divulgado no dia 27/3, contra as declarações do presidente do Banco do Brasil, a Associação ratifica que é imprescindível seguir as recomendações do Ministério da Saúde sobre a necessidade de maior grau de afastamento entre as pessoas. O cenário é de transmissão comunitária e o nosso sistema de saúde ainda está se preparando para o agravamento iminente da curva de pessoas que serão infectadas. 

Mesmo que seja dito que os funcionários seguem no trabalho, atendendo apenas casos excepcionais, o momento requer todo cuidado possível, uma vez que as pessoas estão levando a contaminação do vírus para suas casas.

Clique aqui e veja manifesto da ANABB de 27/3

Para a ANABB, o comprometimento do Banco com seu público, formado por clientes, funcionários e sociedade, é fundamental para mudar os impactos da doença, contendo a quantidade de infectados e trazendo reflexos positivos para toda a população, inclusive para as nossas famílias e para a Cassi.

Clique aqui para ler o Ofício encaminhando pela ANABB ao BB no dia 23/3

Fonte: Agência ANABB