× Modal
< Voltar


Coronavírus

Ação da Cidadania realiza campanha para doação de alimentos

Parceira da ANABB e do IVC, a Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida intensificou a campanha nacional para arrecadar comida


Em 30.03.2020 às 16:55 Compartilhe:

As grandes crises fazem surgir problemas e, nesse momento, a pandemia do Covid-19 trouxe a preocupação da fome para milhares de brasileiros. Pensando nisso, a organização não governamental Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida, importante parceira do Instituto Viva Cidadania (IVC) e da ANABB, intensificou a campanha nacional para doação de alimentos.

Sob o lema, Entramos no mapa da pandemia do Coronaravírus - Quem já tinha fome, tem ainda mais pressa, a OnG está unindo esforços para arrecadar alimentos e ajudar trabalhadores autônomos, que dependem de trabalho informal e estão totalmente desamparados neste momento.

Por isso, a ANABB e o IVC conclamam seus associados, a governança e toda a família Banco do Brasil para apoiarem mais essa causa. 

Há muitos anos, a ANABB e o IVC são incentivadores dos projetos sociais realizados pela Ação da Cidadania, apoiando, principalmente, a campanha Natal Sem Fome.  Desde dezembro de 2019, por exemplo, a OnG já arrecadou mais de seis milhões de pratos de comida.

As doações dos associados podem ser feitas diretamente na conta do Instituto Viva Cidadania, que será o responsável por repassar o valor arrecadado para a Ação da Cidadania.

Para fazer uma doação é bem simples:
Titular: Associação Brasileira para o Exercício da Plena Cidadania – Instituto VIVA CIDADANIA
CNPJ: 19.320.594/0001-46
Banco do Brasil
Agência: 3382-0
Conta corrente: 33.000-0

A família Banco do Brasil é uma das principais apoiadoras dos projetos realizados pela Ação da Cidadania. Por isso, a OnG tem muita esperança de que a divulgação dessa campanha entre os associados e seus familiares pode trazer resultados surpreendentes.

Compartilhe com seus amigos essa iniciativa em solidariedade, pois há milhares de seres humanos que passam fome. 

Fonte: Agência ANABB