× Modal
X

SITUAÇÃO FINANCEIRA DA CASSI 
 

Chegou a hora dos associados decidirem sobre o FUTURO DA CASSI. A proposta das entidades (ANABB, AAFBB, Contraf-Cut e FAABB) será levada para consulta ao corpo social de 18 a 28 de novembro.

A urgência em dar andamento à aprovação da proposta leva em consideração que a Cassi não pode encerrar o exercício sem o incremento de receitas, porque:

  • Está em desconformidade com todos os indicadores financeiros da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).
     
  • A partir de janeiro/ 2020, interrupção das contribuições extraordinárias oriundas do Memorando de Entendimentos (redução de R$ 600 milhões/ano nas receitas).
     
  • Apresentação de Programa de Saneamento para ANS até o dia 22 de novembro.   


Na nova consulta, é importante que os associados reflitam que situação financeira da Cassi está no limite.  

Nesse sentido, a proposta atual surge como a alternativa mais viável, tendo alcançado avanços significativos, preservando direitos e garantindo a sustentabilidade da Cassi. 

É importante reforçar que o déficit da Cassi se mantem.

De acordo com o balanço divulgado em agosto pela Caixa de Assistência, os números seguem em desconformidade com os indicadores da ANS:

 

Caso a proposta não seja aprovada, a situação tende a piorar, já que em 2019, uma significativa receita deixa de entrar na Cassi: o Memorando de Entendimentos só tem validade até dezembro, o que representa R$ 50 milhões/mês a menos em receitas.