× Modal
X

ELEIÇÕES PREVI 2022: VOTE NA CHAPA 1 - PREVI PLURAL APARTIDÁRIA


Para lutar contra as aposentadorias milionárias e a mordaça imposta por normativos que impedem os dirigentes eleitos de prestar contas de seus atos aos associados, a escolha mais segura é a Chapa 1 - PREVI Plural Apartidária.

Veja a PREVI que queremos...

UMA PREVI PLURAL, sem imposição de pensamento único e que ofereça tratamento digno, respeitoso e isonômico aos seus legítimos donos – funcionários da ativa, aposentados e pensionistas.

UMA PREVI APARTIDÁRIA, com atuação independente de partidos políticos ou ideologias, que preze pela competência técnica dos dirigentes eleitos e cujas decisões tenham foco nos legítimos interesses dos associados. O único interesse a presidir decisões na Previ deve ser o interesse do participante.

UMA PREVI que busque sempre a MAIOR RENTABILIDADE e que garanta o pagamento de BENEFÍCIOS DIGNOS, justos e compatíveis com as contribuições realizadas com esforço pelos participantes e assistidos.

CONHEÇA NOSSAS PROPOSTAS PARA FAZER DA PREVI UMA ENTIDADE PLURAL E APARTIDÁRIA:

 

  • Abrir a caixa-preta da Previ!, aperfeiçoando a divulgação de informações relevantes aos associados. Documentos como atas e votos que tratem de temas de interesse dos participantes e assistidos devem ser públicos.
  • Implementar uma cultura de inovação permanente e de adoção de novas tecnologias na gestão da entidade, especialmente nas áreas de controle e fiscalização.
  • Atuar em defesa dos legítimos interesses dos associados, de forma independente e autônoma de partidos políticos, governos e ideologias, entre outros.
  • Conceder tratamento digno, respeitoso e isonômico a todos os associados dos planos.
  • Garantir a todos os segmentos de funcionários do Banco, ativos e aposentados, assento de representação nos órgãos colegiados da Previ.
  • Viabilizar a participação de aposentados nas seleções internas da Previ.
  • Aperfeiçoar os sistemas e processos administrativos, de controle interno e de auditoria em contratos e investimentos, a fim de impedir a evasão de receitas e viabilizar a redução de custos e despesas.
  • Reduzir taxas de carregamento e de administração.
  • Construir políticas de investimentos dinâmicas frente ao cenário desafiador, evitando concentração de recursos em determinadas áreas ou mercados. Especialmente, evitar aplicações em empreendimentos inviáveis nos aspectos técnicos ou de rentabilidade.
  • Cobrar do patrocinador os valores decorrentes das sentenças trabalhistas de responsabilidade do BB com impacto sobre as finanças da Previ.
  • Aprimorar os critérios de reajuste de benefícios com base na rentabilidade positiva do plano, assegurando qualidade de vida aos associados.
  • Lutar pelo fim do voto de minerva.
  • Restabelecer as atribuições do corpo social previstas no estatuto de 1997, para que o balanço anual da Previ e alterações estatutárias e de regulamento dos planos voltem a ser submetidos à aprovação dos participantes.
  • Aperfeiçoar a área de Assessoria Previdenciária da Previ e criar uma Assessoria Financeira, com o objetivo de orientar os associados mediante a utilização de tecnologia atualizada.
  • Fortalecer a atuação dos conselheiros consultivos dos planos, atribuindo aos mesmos novas funções e ampliando sua participação na governança.
  • Rever os valores pagos à BBDTVM em relação à gestão dos ativos.

 

PLANO 1

  • Garantir que o patrocinador restitua à Previ a diferença da reserva matemática necessária ao pagamento de benefícios acima do maior salário de participação. Hoje essa diferença é sustentada por todos os participantes.
  • Cobrar do patrocinador o ressarcimento de despesas de sua responsabilidade, relacionadas ao pagamento do BET ao grupo pré-67 – como estabelecido em acordo celebrado em 1997 e referendado na conciliação de 2010.
  • Propor elevação percentual das pensões.
  • Propor adequação do benefício mínimo para que corresponda a 10% do teto do salário de benefício.
  • Suspender contribuições para os associados do Plano 1 que contribuíram por mais de 35 anos.

 

PLANO PREVI FUTURO

  • Oferecer maior autonomia aos associados, reduzindo o prazo de carência para migração entre perfis distintos de investimentos.
  • Adotar o critério da transparência na divulgação das decisões relacionadas a investimentos e a respeito das carteiras, assim como na execução do Plano de Gestão Administrativa.
  • Lutar para aprimorar critérios de contratação e de renovação, prazos e limites para concessão de empréstimos simples, utilizando como base a reserva matemática de cada associado.
  • Defender contribuições sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), com a respectiva contrapartida do patrocinador.
  • Melhorar os critérios de pontuação da contribuição 2B, ampliando a participação e a respectiva contrapartida do Banco.
  • Criar estratégias para ampliar a rentabilidade do plano, permitindo aumento do valor dos benefícios.