× Modal
X

A maioria das pessoas que desenvolve sintomas começa a apresentá-los no quinto dia após a contaminação, segundo os dados disponíveis até agora. Em geral, estes sintomas duram de 7 a 10 dias. Nos casos mais graves, a doença causa dificuldade para respirar e alguns pacientes necessitam de tratamento hospitalar em unidade de cuidados intensivos.

Pessoas que não desenvolveram sintomas até o 12º dia têm pouca probabilidade de desenvolvê-los após, mas ainda podem transmitir o vírus.


PRINCIPAIS SINTOMAS

  • Febre acima de 38 graus.
  • Tosse seca.
  • Falta de ar.
  • Dores musculares e mal-estar.
  • Em um número menor de casos, há espirro e coriza.

 

CUIDADO REDOBRADO

Apesar de mais de 80% dos casos de contaminação apresentarem sintomas leves, as estatísticas apontam que a maior parte dos óbitos ocorrem em pessoas consideradas integrantes de grupos de risco. Entre elas, estão aquelas que sofrem das seguintes patologias:

  • Doenças cardiovasculares, como arritmias, isquemia cardíaca, miocardite.
  • Doenças pulmonares crônicas, como asma, bronquite e enfisema pulmonar.
  • Diabetes.
  • Hipertensão.
  • Câncer.
  • Pacientes imunossuprimidos (com doença que reduz ou afeta a eficiência do sistema imunológico).
  • Pessoas com mais de 60 anos.
  • Pessoas que retornaram de viagem ao exterior.
  • Pessoas que mantiveram contato com outras com suspeita de estarem contaminadas com o vírus ou apresentarem sintomas da doença.